fbpx
META? Não espere o fim de ano!

Sempre dizem que devemos definir nossas metas no Ano Novo, certo? Eu não acredito nisso!

Eu acredito que você pode e deve definir suas metas em qualquer momento que estiver. Por isso, pode ser início de ano, meio do ano, fim de ano, não importa! Importante é que faça! E, preferencialmente, faça do jeito certo.

Quando digo “jeito certo” quero dizer que, para alcançar os resultados que deseja, existe formas eficazes e outras nem tanto. Assim, vou te explicar a técnica SMARTER de definição de metas, que considero bem eficaz. Mas antes disso, é bom saber a diferença entre META e OBJETIVO (forma não eficaz).

Objetivo é algo genérico. Por exemplo, “quero emagrecer”. Por esta afirmação ficam um monte de dúvidas no ar, né? Quanto quilos quer emagrecer? Em quanto tempo? Apenas perder peso ou pretende reduzir percentual de gordura e ganhar massa muscular? Esta área de emagrecimento não é minha especialidade, mas qualquer pessoa percebe que, simplesmente, “quero emagrecer” é bem genérico. No entanto, meta já é específica, traz mais clareza sobre o resultado que deseja alcançar. Entendida esta diferença, vamos ao SMARTER!

SMARTER é um acrônimo, em que cada letra representa um dos parâmetros que você deve pensar ao definir a meta. Inicialmente, pode ser algo meio mecânico, mas com o tempo você pensará nestes parâmetros de forma natural. Vamos a eles?

S – Specifc (Específica)

Você precisa definir a meta com o máximo de detalhamento possível. Assim, ela precisa te representar, ou seja, não é de qualquer um é a sua meta! Para isso faça um exercício de visualização do resultado esperado que quer alcançar e descreva os detalhes do que viu. Alguns tem haver com os próximos parâmetros.

M – measurable (mensurável)

O que você pode medir, você pode melhorar. Por isso, defina métricas para sua meta de modo que possa medir o seu avanço em relação ao resultado que deseja alcançar. Isso facilitará, inclusive, na etapa de planejamento.

A – Attainable (alcançável)

Você precisa ser capaz de olhar a meta e dizer: eu consigo realizar! Isso é fundamental para manter a sua motivação diante dos desafios. Inclusive, é interessante que a meta realmente ofereça um desafio, que faça você sair do estado atual. Mas precisa ser algo que você acredite ser capaz de alcançar. Entenda que a sua capacidade pode e será ampliada nas metas futuras. Mas sempre avalie o que você já tem hoje, com muita paciência e carinho consigo mesma. Portanto, tenha calma e vença um desafio de cada vez e verá a sua capacidade de realização ampliar!

R – Realistic (Realista)

Este aspecto tem mais haver com questões externas. Exagerando um pouco, não é nada realista querer vender geladeira para esquimó, né? Também tem haver com o parâmetro Alcançável, no sentido de que só é possível considerar realista uma meta que é alcançável.

T – Time-related (Temporal)

Sua meta precisa ter prazos, precisa estar situada no tempo. Quando este aspecto não é considerado, existe uma tendência a procrastinação. Mesmo que, quando estiver executando, perceba que o prazo ficou curto, tudo bem! Neste caso, você pode reavaliar os prazos. Mas cuidado para não se viciar nisso. Perceba que o parâmetro realista tem relação a este parâmetro também. Às vezes, só a prática trará esta capacidade de fazer melhores avaliações de prazos.

E – Ecologic (Ecológica)

Estes dois últimos parâmetros não são tão falados por aí, mas têm uma importância enorme. Primeiro, sua meta precisa ser ecológica, pois é necessário avaliar o impacto dela em você e no seu ambiente de convívio. Por exemplo, caso traga algum prejuízo a alguém, ela não é ecológica. Se, quando avaliar as perdas e ganhos, notar que existem mais perdas que ganhos ou que as perdas não são contornáveis, também prejudica a meta no aspecto ecológico.

R – Rewarding (Recompensadora)

Enfim, você precisa sentir que a meta é recompensadora para você. É importante que seja para você, não apenas para outras pessoas. Se os benefícios da meta forem interesses para outras pessoas e não para você, fica muito difícil manter a motivação para alcançá-la. Faça um exercício de reflexão sobre isso, pare alguns minutos e sinta a importância desta meta para você. Observe os sentimentos que te vem ao pensar na realização dela. São estes sentimentos que irão te manter firme no seu propósito!

Legal que você chegou até aqui!

Caso queira complementar este texto, tem um vídeo no meu canal no YouTube, que também falo deste assunto. E, se este conteúdo fez sentido para você, aproveite para curtir, comentar e compartilhar com amigos!

Com carinho, Ana Rita.

Tags: | |

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.